SEÇÃO Estudos Bíblicos
CATEGORIA Geral    -
     Sábado, 20 de Dezembro de 2014

Estudos Bíblicos      Geral       -

Diferenças

Publicado em 11/24/2005

Flavio M. Masiero
JesusSite

"Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre aquele que serve a Deus e o que não o serve." Malaquias 3.18

A Bíblia está repleta de passagens poderosas que são capazes de mexer com o coração do homem. O autor de Hebreus disse certa feita que ela é capaz de experimentar pensamentos e motivações (Hebreus 4.12), e é essa qualidade que nos faz apaixonados por ela. Não foi à toa que o salmista afirmou que as palavras de Deus eram doces (Salmo 109.103).

E o versículo citado de Malaquias é uma dessas passagens que nos causa... tremedeira, porque mexe conosco! Abala! São palavras que não precisam de comentários, explicam-se por si! Aqui dispensa-se facilmente os intermináveis discursos teológicos, os infindáveis aspectos subjetivos, e entra o tão gentleman Espírito Santo! Nesse ponto, a palavra de Deus deixa de ser o que muitos afirmam que ela é - uma pesada feijoada - para ser aquele simples, porém gostoso, café da manhã. Vamos, então, saborear...

O profeta, através das palavras contidas nesse verso, mostra que há diferença entre os seguidores de Deus - chamados de justos - e aqueles que preferem não ser Seus seguidores - os ímpios. Sem nenhum rodeio, é necessário dizer que deve haver diferença em nossas vidas, uma vez que declaramos ser seguidores de Cristo.

O apóstolo Paulo disse que é nova criatura aquele que professa estar em Cristo, de tal forma que aquilo que pertencia ao modo velho de viver passou, e tudo passa a ser novo (conforme II Coríntios 5.17). Veja: eu e você somos novas criaturas! Ser "novo" significa viver como se nunca tivesse existido um "velho", embora sabendo que existiu! Deus, em Cristo, não te reformou ou te recauchutou, mas te fez novo! Aleluia!

Esta diferença está estampada numa metáfora usada nas Escrituras. Através dos escritores sagrados, Deus usa a mesma comparação para duas situações diferentes.

Vamos estudar essas comparações, iniciando na que diz respeito aos justos, isto é, àqueles que servem a Deus. Textualmente lemos assim em Isaías 1.18: "Vinde, então, e argui-me, diz o Senhor: Ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve...". Esse texto fala-nos de salvação. Remete-nos à busca de Deus, e mesmo que os nosso pecados sejam tão fortes como o vermelho-escarlate (que só de se ver causa dor nos olhos), por causa de Cristo podemos ficar brancos como a neve. O texto de Isaías é um pedaço "3x4" do retrato "15x21" que o apóstolo Paulo tirou em Efésios 2.1-8: "E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência. Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus; para mostrar aos séculos vindouros as abundantes riquezas de sua graça, pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus".

Às vezes, ficamos tão preocupados com a roupa, com a aparência externa, com temas complicados para as nossas pregações, com títulos pomposos dentro da casa de Deus, com cargos, e nos esquecemos daquilo que realmente importa. Estamos dentro da igreja e quantos dentre nós - e temo também por mim - precisamos mastigar o básico! Quantos ainda precisam de salvação! Principalmente hoje em dia, onde é pregado um evangelho que só visa o bem-estar do homem, a benção sem esforço, a prosperidade fácil, o cristianismo sem problemas... e se deixa de lado o plano da salvação.

Lembre-se: a diferença entre o que serve e o que não serve a Deus não se concentra no que é externo, mas numa motivação interior. Isaías disse que somos brancos como a neve porque encontramos em Cristo nossa salvação. Quem crê, tem a vida eterna (João 3.16); Ele derramou Seu sangue para perdoar os pecados do mundo (João 1.29; Mateus 26.28; I João 1.7,9); somente Ele é poderoso para salvar (Atos 4.12); Deus nos transportou para Seu reino através de Cristo (Colossenses 1.13); através d'Ele somos justificados, isto é, tornados justos (Romanos 5.1); através d'Ele temos acesso ao Pai (Hebreus 10.19-23); e é por Ele que vencemos (Apocalipse 12.10,11). O sangue de Cristo derramado naquela cruz faz-nos assim! A multidão que João viu em direção ao céu era lavada e branqueada no sangue do Cordeiro (Apocalipse 7.9). De pecadores sujos, imundos e cheirando a pecado e enxofre, que crê em Cristo agora tem o cheiro suave da Rosa de Sarom! Brancos como a neve...

Se você já optou por seguir a Jesus, sente e faz valer a diferença que Ele deu a você, então você também é um desses brancos como a neve!

Mas há uma comparação usada nas Escrituras para aqueles que não compartilham da salvação gratuita que Ele oferece. Veja o que diz II Reis 5.27, parte b do verso: "Então saiu de diante dele leproso, branco como a neve". De novo, a comparação com a brancura da neve. Só que em outra situação. Isaías diz que a brancura da neve está para aquele que confessa e deixa os seus pecados - ou seja, para os sãos. II Reis diz que a brancura da neve está para o leproso - isto é, para o doente.

Não vamos nos deter na lepra como doença física, mas veremos aquela que é muito mais daninha e de efeitos bem mais desastrosos: a lepra da falta de Cristo, de reverência, de temor, de santidade.

Segundo a lei, se uma pessoa fosse leprosa deveria ser levada ao sumo sacerdote. O sacerdote examinaria o doente e o afastaria do arraial por sete dias. Caso não sarasse, ficava outros sete dias fora do arraial. Se houvesse agravamento da lepra, seria considerado imundo; se sarasse, bastava lavar os seus vestidos e seria considerado limpo (Levítico 13.1-8).

Do mesmo modo, haverá um dia no qual o Senhor separará os dois tipos se "brancos como a neve". De um lado, os salvos. De outro, os "leprosos". Os primeiros foram leprosos, mas lavaram suas vestes e abriram mão do pecado. Os outros serão encaminhados à perdição eterna, porque permitiram que a lepra deste mundo os dominassem. Qual é a lepra desse mundo? É o amor ao dinheiro (I Timóteo 6.10), é a cobiça da vida (I João 2.16), é o "kit"de obras da carne (Gálatas 5.19-21)...

Judas foi um discípulo que permitiu que a lepra o dominasse. Não podemos dizer que ele vendeu a vida de Cristo por dinheiro, porque nosso Mestre disse que tinha poder de dar Sua vida voluntariamente (João 10.17,18). Mas Judas O traiu por trinta moedas de prata.

Você, que lê estas palavras, quais são as suas trinta moedas? O que o mundo te ofereceu para largar Jesus? Por quanto você O deixou? Se o Senhor pediu a você para não voltar mais à velha vida, porque insistes em ressuscitá-la? Paulo diz que estamos mortos, e a nossa vida está em Deus (Colossenses 3.3). O mesmo Paulo diz que o nosso velho homem está desempregado, sem uso (Romanos 6.6). Será que assumimos o "espírito de Judas" quando beijamos o Mestre e O traímos? Freqüentemente nós cantamos: "não importa o que vão pensar de mim/ eu quero é Deus...", ou "distante de ti, Senhor/ não posso viver/ não vale a pena existir...", mas saímos do culto e voltamos à nossa vidinha cheia de pecados de estimação ou temores infundados. Passamos dias em jejuns a Deus, perguntando-Lhe qual seria a Sua vontade para nós, e Ele já disse por boca de Seu servo Paulo, há quase dois mil anos, que Sua vontade é a nossa santificação (I Tessalonicenses 4.3).

Invariavelmente, meu prezado irmão, somos "brancos como a neve". O que nos resta é saber se somos assim por causa de Cristo e Sua morte vicária naquela cruz, ou porque somos vítimas da praga da lepra do mundanismo.

Quem pode julgar-nos? Homens? Teólogos? Não. Nenhum deles tem esse poder. São todos passíveis a erro. Todos pecaram, diz a Bíblia (Romanos 3.23). O salmista já advertia: "Desviaram-se todos, e juntamente se fizeram imundos; não há quem faça o bem, não há sequer um" (Salmo 53.3).

Somente o maravilhoso Espírito Santo pode nos mostrar o erro e ajudar nas nossas fraquezas. Só o Senhor tem o poder de sondar-nos o coração (Jeremias 17.10).

O Salmo 139 registra os anseios mais profundos de alguém que já viveu ou ainda vive na lepra, mas tem o forte desejo de se achegar o Deus vivo: "Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos; e vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno"(versos 23 e 24).

Talvez seja a hora de eu e você refletirmos sobre a nossa atual situação. Quando João escreve à igreja de Éfeso, no livro de Apocalipse, põe no texto uma frase memorável: "Lembra-te de onde caíste, e arrepende-te... "(capítulo 2, verso 5). Vamos tomar a decisão de ir contra a maré, sem medo daqueles que podem nos chamar de quadrados, caretas, etc. Tomemos a decisão de seguir a Cristo e nunca negar o Seu Nome, seja por atitudes ou por palavras. No final de tudo, esse Nome será a única riqueza que possuiremos. Convertamos, pois, o nosso coração a Deus, pois Ele passeia por sobre a terra para encontrar um coração que seja totalmente dEle (II Crônicas 16.9, parte a).

Somente assim seremos, de fato, brancos como a neve, do modo como Ele nos quer! Somente assim.

Oremos, então...



RECOMENDAR >> IMPRIMIR >>
10 MAIS RECENTES
Unidade da Igreja de Cristo
Não quero mais ser evangélico
Signos. Porquê?
Mas que Homem é Esse?
Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal
A Integridade Moral do Profeta Eliseu
Contentamento & Transformação
O Brasil precisa de pastores de caráter limpo
PASTORES FIÉIS
Controle da natalidade no mundo ocidental ajudando no crescimento explosivo do islamismo
MAIS >>>

NOTÍCIAS CRISTÃS
Aprovação do PLC 122 será o último ato do governo Lula?
O escândalo homossexual de WikiLeaks
Assassinatos contra gays: dados manipulados
Professor francês é suspenso por mostrar vídeo de abortos para alunos do ensino colegial
Famosa feminista pró-aborto chama bebês em gestação de “tumores”
Desafiando comunistas no púlpito da igreja
Possessão demoníaca agora é politicamente correta
MAIS >>>

ESTUDOS BÍBLICOS
Unidade da Igreja de Cristo
Não quero mais ser evangélico
Signos. Porquê?
Mas que Homem é Esse?
A Integridade Moral do Profeta Eliseu
Contentamento & Transformação
O Brasil precisa de pastores de caráter limpo
PASTORES FIÉIS
Os modernos adoradores de Baal
Os Benefícios de Ter Filhos
MAIS >>>